Sopa de letrinhas

Sopa de letrinhas

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Regorgitofagia

O “conforme o combinado” não combina mais comigo.
O disforme ou deformado já não é mais inimigo.

Que perfeição, que nada!
Ideia de beleza mais quadrada.
Cansei do retoregularformalbonitinho.

Quero me esfregar na sujeira da calçada
Na lambança do humano
Quero o cheiro suburbano
E a carne mal passada.
Quero o visceral quase profano
E a lucidez embriagada.
Quero a ação despudorada,
a forma mais ousada,
a linha entortada,
a nojeira instalada,

a coisa desconfigurada.
Quero a impureza misturada
E a vida improvisada.
Quero vida! Vida no limite da vida -
intensa, insana e enfeiada.
Quero a merda pra poder fertilizar...

E, assim, encontrar,
Na foto embaçada
Na voz desafinada
Na poesia mal rimada
O belo...
A arte enraizada!

3 comentários:

  1. Descobri vc agora no blog de um amigo, vou te seguir, tá? Gostei do seu trabalho.
    Aline

    ResponderExcluir