Sopa de letrinhas

Sopa de letrinhas

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

A flor do frio

As faltas, o frio
As falhas e o vazio
A desistência
A consciência
A ausência de magia.
O meu coração trancado
O seu coração culpado
O aumento da agonia.
Saudade ou nostalgia?

Tudo me acelera
Me anseia
Me entristece

E na espera
A poesia
Floresce.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Des coberta

Você me pergunta
Se eu te odeio
Ou se pergunta
Se eu tô chateada
E me pede pra botar freio
Nessa alma apaixonada
Eu só digo, sem receio,
Que não tô acostumada...
Comigo é sempre Tudo,
Nunca Nada!
Aqui dentro é sempre cheio
E de forma acelerada

Tento a calma, que Tudo passa.
É uma questão de adaptação.
Essa pulsação escassa
É descanso pro coração

Mas o vazio me embaraça,
Me põe na contramão...
Você não vê que perde a graça
Quando a gente não sai do chão?