Sopa de letrinhas

Sopa de letrinhas

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Carta aliviatória

Isso aqui eu já previa.
Esse documento-poesia,
Essa carta aliviatória -
que, se não me falhe a memória, -
No vazio se cria.

Vazia.

Tem um buraco no meu lugar.
Sinto a sua falta e a minha.
Coração que fazia guiar
Já nem sei por onde caminha

E o pior é que eu sei:
Não há poema que eu faça,
Não há cachaça,
Nem choro baixinho
Ou conselho de fora
Que cure essa dor agora.
Não agora...

2 comentários: